quarta-feira, 12 de março de 2014

Crítica: HQ


Crítica da hq Guerra Civil (o encadernado)

Sinopse: Quando os Novos Guerreiros descobrem o esconderijo de quatro fugitivos da rebelião ocorrido na Balsa (Impiedosa, Homem de Cobalto, Speedfreek e Nitro), eles tentam ganhar audiência para seu reality show enfrentando os vilões. O que não esperavam era a enorme explosão causada por Nitro ao ser atacado por Namorita. Centenas de pessoas morrem, incluindo Namorita, o produtor e o câmera do programa e dezenas de crianças que estavam na escola ao lado. Apenas Speedball, dos Novos Guerreiros, sobreviveu.
Após esse desastre, os Vingadores, X-Men e Mutante X se juntaram para ajudar no salvamento, um importante assunto foi de novo levado a mesas do Congresso Nacional Norte-Americano: A Lei de Registro de Super-Humanos. Após ser agredido pela a mãe de uma criança que estava na escola de Stamford Tony Stark viu que agora, mais do que nunca, ele deveria apoiar a iminente lei.
Após ter tentado entrar numa boate sem estar na enorme fila de entrada, o Tocha Humana é agredido pelo público que ali estava. Isso faz com que o Sr. Fantástico pensasse seriamente sobre sua atuação diante dos meta-humanos.
O Capitão América conversa com Maria Hill, chefe da SHIELD, em um dos enormes porta-aviões que ficam acima da cidade de Nova York. Ela tenta recrutar Steve ao seu lado, mas este não atende ao pedido. Depois de uma intensa luta o capitão foge, entrando para a clandestinidade.
Depois dos eventos que exigem uma iniciativa, Homem de Ferro, Reed Richards e Jaqueta Amarela vão até o Congresso Nacional para votar a favor do registro.
Crítica: SIM, EU AINDA NÃO TINHA LIDO ESSA BAGAÇA, ME XINGUEM. Na verdade, a historia do por que eu comprei o encadernado tem muito a ver com sentimentalismo, eu só comprei por que quando eu era pequena (ainda mais, ha ha) eu e meu pai colamos na nossa geladeira uma figurinha de uma propaganda da Guerra Civil, e até hoje a gente tem essa geladeira (não estamos usando, ela é um ferro velho) e aí eu e meu pai temos uma ligação especial com essa hq (eu sei, muito bobo). Bom, a minha edição é o encadernado, então tem bastante coisa que não está presente, já que assim como em muitas outras sagas a historia também é contada em milhares de revistas diferentes. Então, acho que por que minha edição não tem tanta historia eu achei que podia ter sido melhor e maior, mas isso é só uma impressão. A hq é muito boa no sentido de muitos heróis e opiniões divididas (sou time Capitão América na Guerra Civil). Adorei as paginas duplas com aquelas imagens iradas, mas o desenho da hq é tão bom que tem imagens de uma página que são muito boas, como a do Homem Aranha nos braços do Justiceiro (quem não leu vai pensar besteira, ha ha. . .só com tudo hoje nas piadas sem graça). Tem algumas cenas estranhas, como a do Tocha Humana saindo voando com a Mulher Invisível nos braços, mas são poucas as vezes que temos um estranhamento. Gostei da participação dos Jovens Vingadores (para quem não sabe sou fã de carteirinha deles) e também das reviravoltas da historia. Quando você chega ao final você sente falta de alguma coisa, uma explicação, não sei se isso é diferente com as revistas complementares.
Nota: 4.3/5.0
Leia aqui


Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja um herói e comente,assim você deixara o autor da postagem feliz